Foz do Chapecó instala novo sistema de alerta

08 de janeiro de 2020

A usina hidrelétrica Foz do Chapecó começa o ano com um novo sistema de alerta instalado. O equipamento, composto por sete estações com giroflex e sirene, foi implantado no percurso que compreende os dez quilômetros abaixo da barragem. O sistema faz parte do Plano de Ação de Emergência (PAE) da usina e é uma exigência legal da Lei nº 12.334/2010, que institui a Política Nacional de Segurança de Barragens no País. 

Os estudos para a instalação do novo sistema começaram no início de 2018 quando foram realizadas diversas reuniões com a participação direta das defesas civis dos estados de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul e dos municípios de Alpestre, do lado gaúcho; Águas de Chapecó e São Carlos, do lado catarinense, que compreendem a Zona de Autossalvamento (ZAS). “A Foz do Chapecó opera desde o início na mais completa segurança, e cumpre rigorosamente os requisitos da legislação. De acordo com a lei de segurança de barragens, é preciso ter um sistema de alerta para avisar a população em caso de rompimento”, explica o diretor superintendente, Peter Eric Volf.

Além desse sistema, a Foz do Chapecó conta hoje com o Sistema de Alerta do Vertedouro, equipamento similar, mas que tem o objetivo de avisar à população ribeirinha quando haverá um aumento no nível da água do rio Uruguai devido ocorrências de chuva.

Saiba mais:

Plano de Ação de Emergência: busca prever e analisar riscos, identificando possíveis situações de emergência e as condutas a serem adotadas em cada caso.

Zona de Autossalvamento: compreende os 10 quilômetros que ficam abaixo da barragem.