Usina hidrelétrica Foz do Chapecó dá prêmio em dinheiro para agricultores que preservam a natureza

07 de dezembro de 2018

Produtores rurais vizinhos ao reservatório da usina Foz do Chapecó receberam prêmios entre R$ 1 mil a R$ 6 mil por conservar a Área de Preservação Permanente (APP) da hidrelétrica. Os pequenos proprietários participaram do programa Vizinho Amigo, criado pela empresa neste ano, e se destacaram nos cuidados ambientais. A entrega dos valores ocorreu na sexta-feira, 7, em Águas de Chapecó. 

Os proprietários ganhadores são um de Rio dos Índios e quatro de Alpestre, no Rio Grande do Sul; além de quatro de Caxambu do Sul e um Paial, em Santa Catarina. Ao todo, 56 proprietários participaram do programa Vizinho Amigo que abrange 12 municípios. “Foi o coroamento de um trabalho voltado a preservação ambiental ao longo do reservatório. O grande objetivo não é só recompensar em dinheiro, mas incentivar ainda mais a comunidade a tomar atitudes que preservem a natureza, principalmente para as gerações futuras”, explica o diretor da Foz do Chapecó Energia, Otávio Luiz Rennó Grilo. 

Participaram do evento, os representantes da empresa, secretários e vereadores dos municípios abrangidos, além dos prefeitos de Águas de Chapecó/SC, Leonir Hentges; de São Carlos/SC, Rudi, Miguel Sander; de Paial/SC, Névio Mortari; de Itatiba do Sul/RS, Adriana Cátia Tozzo e o prefeito eleito de Alpestre/RS, Valdir José Zasso. 

O programa 

O programa Vizinho Amigo foi lançado em março deste ano e teve inscrições abertas até setembro. A avaliação e pontuação das propriedades ocorreu em outubro e novembro e, no final do mês, a empresa convidou secretários de Agricultura dos municípios abrangidos pelo programa para apresentar os dados das propriedades e homologar o resultado. São avaliados quesitos como a conservação de cercas, o reflorestamento com mata nativa, a ausência de infração ambiental, entre outros.

O programa foi destinado a lindeiros da usina em Águas de Chapecó, Caxambu do Sul, Guatambu, Chapecó, Paial e Itá, em Santa Catarina; e Alpestre, Rio dos Índios, Erval Grande, Faxinalzinho, Nonoai e Itatiba do Sul, no Rio Grande do Sul.